O secretário-geral adjunto dos socialistas afirmou esta quinta-feira que o objetivo eleitoral do PS é vencer a Câmara do Porto, adiantando que pela parte da direção nacional será dado pleno apoio, tanto político, como em recursos logísticos.

José Luís Carneiro deixou estas garantias tendo ao seu lado o candidato socialista à Câmara do Porto, Tiago Barbosa Ribeiro, após uma reunião de cerca de uma hora em que também estiveram presentes os responsáveis financeiro e autárquico do Secretariado Nacional do PS, respetivamente Luís Patrão e Maria da Luz Rosinha.

O objetivo do PS é ganhar as eleições no Porto. O PS tem todas as razões para se bater por um bom resultado eleitoral - e um bom resultado eleitoral é ganhar as eleições, porque temos uma marca histórica na cidade", sustentou o "número dois" da direção dos socialistas, apontando como exemplos o parque da cidade, o metro ou o impulso à universidade "que está entre as principais do mundo".

Sobre esta fasquia eleitoral colocada por José Luís Carneiro e sobre o facto de se considerar provável a reeleição do independente Rui Moreira, o candidato socialista à Câmara do Porto começou por referir que "um político vai a combate independentemente das condições de sucesso ou de insucesso que possam ser previamente estabelecidas".

No PS disputamos todas as eleições para vencer e, sobretudo, disputamos todas as eleições em torno dos ideais e dos valores do PS. É em torno desses valores que vou à luta", respondeu, antes de citar o fundador e primeiro líder do seu partido, Mário Soares: "Só é derrotado quem desiste de lutar".

Na sua declaração inicial, perante os jornalistas, Tiago Barbosa Ribeiro, coordenador da bancada socialista para as questões do trabalho, considerou que, "como em todas as eleições, o PS entra para ganhar".

Tenho estado muito acompanhado no terreno nos últimos dias, sinto-me muito mobilizado e vamos lutar por um grande resultado na cidade nestas eleições autárquicas", declarou.

Questionado se tem a garantia de que vai ter da parte da direção do PS o apoio político e os meios logísticos necessários para a sua candidatura, o líder da concelhia socialista portuense respondeu que "nunca" deixou de ter esse apoio.

O apoio político à candidatura sempre o tive, sempre me senti muito acompanhado pela direção nacional e por todos os socialistas. Ninguém pode ser candidato a nenhuma autarquia, sobretudo a uma Câmara com a relevância do porto, sem ter o apoio político do PS, que tem vindo a ser manifestado ao longo dos últimos dias e será muito manifestado nas próximas semanas e na campanha eleitoral", alegou.

Em relação às conversações que teve como membros do Secretariado Nacional do PS, Tiago Barbosa Ribeiro concluiu que se tratou de "uma boa reunião de trabalho que permitiu essencialmente discutir temas de apoio político, recursos e de mobilização em geral em torno da candidatura socialista à Câmara Municipal do Porto, que protagoniza um projeto alternativo ao do atual executivo municipal de Rui Moreira".

Perante os jornalistas, José Luís Carneiro, que chegou a ser apontado como candidato à Câmara do Porto pelo PS, mas que depois afastou essa hipótese, elogiou o perfil político de Tiago Barbosa Ribeiro, dizendo que tem feito "um trabalho de grande qualidade" como deputado na Assembleia da República vocacionado para as questões sociais.

O Porto tem como grandes desafios o combate à pobreza e às desigualdades e a sua afirmação como cidade do conhecimento, da cultura e da juventude. O nosso candidato tem essas qualidades e conta com todo o apoio da direção nacional do PS", acentuou.

Agência Lusa / HCL