"Como chefe do Governo hoje encaro os portugueses, aqueles que gostam de mim e os que não gostam, os que votaram em mim e os que não votaram, nem em mim, nem no doutor Paulo Portas há quatro anos atrás e posso encará-los com as costas direitas e a cabeça levantada", afirmou o presidente social-democrata e primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, durante um almoço com associações, em Paço de Arcos, no concelho de Oeiras.












"A senhora não tem nenhum corte na pensão porque já não há cortes nas pensões", respondia Passos Coelho perante as acusações.






Redação / atualizada às 16:34