"A partir deste momento, impõe-se acrescidos deveres de reserva a todos os agentes políticos e órgãos de soberania. Está em marcha acelerada um processo de privatização nas áreas dos transportes, água e ambiente. O PS exige que estes processos parem imediatamente", declarou o dirigente socialista.






"Depois do falso bombar das exportações e do emprego, resta-nos o bombar das privatizações e o bombar das nomeações na 25.ª hora", acrescentou o membro da direção do PS.