"É extemporânea a intervenção do presidente, porque o PS teve todo o tempo disponível para esclarecer a propostas mas usou esse tempo para falar de outras coisas", começou por afirmar Montenegro.



"O senhor deputado e o grupo parlamentar que representa ultrapassaram o tempo em um minuto e 31 segundos, o PS ultrapassou em 0,47 segundos. Não tem autoridade moral para colocar essa questão nesses termos", respondeu Ferro, perante o protesto ruidoso das bancadas da direita.