Numa visita à Escola Secundária Pedro Nunes, em Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa teve de interromper a ação de campanha para atender uma chamada de “alguém que está no estrangeiro e quer falar comigo".

A chamada durou cerca de cinco minutos. Em causa, o anúncio de novas medidas ou decisões, entre elas a possibilidade do encerramento das escolas. Alguns momentos mais tarde, questionado por alunos sobre esta matéria, Marcelo garantiu que a decisão “deve ser tomada nas próximas horas”.

VEJA TAMBÉM:

Segundo o chefe de Estado, o Governo irá ponderar "se se deve esperar até à sessão com os epidemiologistas marcada para terça-feira" para tomar uma decisão.

É uma questão que se vai colocar entre hoje e amanhã", acrescentou.

Marcelo Rebelo de Sousa apontou como "dados adicionais relevantes" a ter em conta nessa decisão o crescimento de casos em Portugal da "variante britânica" do novo coronavírus e a "disseminação social nas escolas".

Essa ponderação muito serena tem de se fazer", afirmou.

Cláudia Évora