O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve esta quinta-feira presente numa missa inserida nas comemorações do Dia do Estado-Maior-General das Forças Armadas, a quem agradeceu por "70 anos brilhantes".

À saída da Igreja de Santa Maria de Belém, no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, o Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas escusou-se a falar de outros temas, mas quis deixar "uma palavra sobre este dia, o dia do Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA)".

São 70 anos de serviço a Portugal, são 70 anos brilhantes, de chefes militares, de militares, de civis, no território português e no estrangeiro, com prestígio mundial, e no território português servindo as populações, nos incêndios, na pandemia, em todas as tragédias, em todos os dramas que têm assolado a sociedade portuguesa", elogiou.

Marcelo Rebelo de Sousa agradeceu "a todos estes 70 anos de serviço a Portugal", na pessoa do chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), almirante António Silva Ribeiro.

Para todos, o agradecimento de Portugal", disse.

Esta cerimónia comemorativa dos 70 anos da criação do EMGFA teve início pelas 9:00, com o içar da bandeira nacional, com a presença do CEMGFA, e a deposição de uma coroa de flores junto à estátua de D. Nuno Álvares Pereira.

Estiveram também presentes na missa, na Igreja de Santa Maria de Belém, no Mosteiro dos Jerónimos, o secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, Jorge Seguro Sanches, e a secretária de Estado de Recursos Humanos e Antigos Combatentes, Catarina Sarmento e Castro, entre outras entidades civis e militares.

/ AG