Marcelo Rebelo de Sousa indicou-se como prioritário para a vacina contra a covid-19, segundo apurou a TVI.

O Presidente da República já respondeu à carta enviada pelo primeiro-ministro e indicou também os três elementos da equipa médica que presta serviço no Palácio de Belém, que é constituída por um médico e duas enfermeiras.

Na mesma carta, apurou a TVI, o Presidente lembra que os conselhereiros de Estado, que também estão incluídos nos prioritários a vacinar antecipadamente, já constavam da lista elaborada pelo Governo, não sendo por isso indicados pela Presidência da República.

A data da vacinação de Marcelo e da equipa médica ainda não foi definida.

Esta terça-feira, o presidente da Assembleia da República sugeriu também a constituição de um grupo de trabalho para acompanhar o processo de vacinação contra a covid-19 no parlamento, até atingir todos os deputados que pretendam ser vacinados.

Esta posição foi transmitida por Ferro Rodrigues em comunicado, no qual também se refere ao processo de vacinação de funcionários da Assembleia da República "considerados indispensáveis para garantir o funcionamento efetivo deste órgão de soberania".

Alexandra Monteiro