O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, vai oferecer na segunda-feira um Porto de 1894 ao homólogo chinês, Xi Jinping, cujo valor base em leilão ascenderá aos 4.000 euros, segundo a vinícola, Quinta do Crasto.

Trata-se do primeiro exemplar de uma edição limitada de 400 unidades, em comemoração do 400.º aniversário da Quinta do Crasto (1615 - 2015), detalhou à agência Lusa representante da empresa.

Engarrafados em 2015, os decanters vão a leilão, a partir de junho, em Hong Kong e Nova Iorque, por um preço base de 4.000 euros, a cargo da leiloeira Acker Merrall & Condit.

O decanter, de cristal, e com design da Vista Alegre Atlantis, tem o número de série 88, gravado a laser, numa placa de prata.

O 8 é o número da sorte na China - a sua pronunciação, 'ba', assemelha-se à palavra chinesa para prosperidade, 'fa'.

A oferta, confirmada à Lusa por fonte da presidência, é pessoal, e acresce às prendas institucionais: um vinho do Porto de 40 anos, em celebração do estabelecimento das relações diplomáticas, um álbum de fotografias da visita de Xi a Portugal, revestido a cortiça, e um painel de azulejos para a mulher do Presidente chinês, Peng Liyuan.

Este presente deverá ser oferecido durante o encontro bilateral entre os dois chefes de Estado no Grande Palácio do Povo, junto à Praça de Tiananmen.

Marcelo Rebelo de Sousa realiza uma visita oficial de seis dias à China, que inclui encontros com o homólogo chinês, Xi Jinping, e o primeiro-ministro, Li Keqiang, e passagens por Pequim, Xangai e Macau.