“Não falaram do Banif para não interferir na saída limpa (…), e portanto enganaram-nos, enganaram todos os cidadãos em Portugal, foram coniventes com estes crimes económicos. São crimes económicos de que estamos a falar e portanto deviam era ter resolvido”, declarou a candidata do BE, Marisa Matias, à saída do Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos (Porto), que hoje visitou.



“O Governo do PSD e do CDS o que fizeram foi ignorar e ficarem passivos relativamente a qualquer negociação que pudesse proteger os portugueses e as portuguesas”, acrescentou a candidata presidencial.











“O que de facto está aqui em causa é que soluções nós precisamos de ter, com a cooperação de todas as instituições para que os contribuintes não voltem a pagar a fatura. Porque os portugueses e as portuguesas estão fartas de pagar para os bancos e com razão”



Há muito para fazer na Justiça e Integração



“Viemos a um Estabelecimento Prisional que de facto é exemplar, mas há muito a fazer no antes, no durante e no depois, porque a sociedade onde a Justiça não funcione são sociedades muito mais desiguais e onde a pobreza é ainda um fator maior para o cumprimento de penas, porque infelizmente a Justiça não é igual parta todos”, declarou aos jornalistas.