A ministra da Saúde, Marta Temido, garantiu esta segunda-feira que a presidência portuguesa do Conselho da União Europeia irá trabalhar para alcançar o objetivo de imunização dos cidadãos europeus contra a covid-19 “o mais rapidamente possível”.

Enquanto ministra da Saúde, quero assegurar-vos que a presidência portuguesa fará da luta contra a covid-19 uma prioridade”, frisou Marta Temido, momentos antes do início da reunião com os 27 Estados-membros da UE, a que irá presidir, a partir do Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

 

Em primeiro lugar, trabalharemos com todos os Estados-membros para que os nossos planos de vacinação possam ser aplicados de modo a que o objetivo da imunização dos cidadãos europeus contra a Sars-CoV-2 seja atingido o mais rapidamente possível, sem perder de vista uma ação coordenada na prevenção, mitigação e combate à doença”, garantiu.

A presidência portuguesa focar-se-á também no “quadro das ações a adotar para o reforço da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, acrescentou a ministra.

Além disso, “Portugal procurará destacar a dimensão diplomática da saúde global, em especial através do aprofundamento de alianças estratégicas com África", vincou, garantindo que o executivo português “perseguirá uma agenda europeia no acesso ao medicamento focado no acesso sustentável, equitativo e universal”.

No âmbito da saúde digital, a presidência portuguesa quer “contribuir para a criação do Espaço Europeu de Dados de Saúde” e, em paralelo, “trabalhará no sentido do desenvolvimento do debate sobre uma União Europeia da Saúde”.

Acreditamos que esse é o melhor caminho para vencer a pandemia, para melhorar a resposta de cada um dos nossos sistemas de saúde e para uma Europa mais coesa e justa”, concluiu a responsável pela pasta da Saúde do executivo português.

Marta Temido preside esta segunda-feira a uma reunião, por videoconferência, com os ministros da Saúde dos 27 Estados-membros da UE, no âmbito da presidência portuguesa do Conselho da UE, para discutir as novas variantes da covid-19, uma nova abordagem à testagem e os processos de vacinação nos países.

A reunião contará ainda com a presença do vice-Presidente da Comissão Europeia Margaritis Schinas, da comissária europeia da Saúde e Segurança Alimentar, Stella Kyriakides, e de representantes da Agência Europeia do Medicamento (EMA) e do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC).

No final, a partir do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, realiza-se uma conferência de imprensa da ministra da Saúde e dos comissários Margaritis Schinas e Stella Kyriakides.

/ JGR