A ministra de Estado e da Presidência afirmou esta quinta-feira que a expectativa do Governo é que o Orçamento do Estado para 2021 seja aprovado, sendo um instrumento importante no combate à pandemia, recuperação económica e preparação do futuro pós-pandemia.

Na semana em que o primeiro-ministro retomou as negociações com BE, PCP, PEV e PAN, mas ainda sem qualquer decisão sobre o sentido de voto destes partidos, e foi conhecido o voto contra do PSD, Mariana Vieira da Silva foi questionada sobre o documento no `briefing´ do Conselho de Ministros de hoje.

O orçamento que o Governo apresentou para 2021, com os passos que tem dado de aproximações diversas para que possa ser aprovado, tem como uma das suas prioridades fundamentais o combate à pandemia, o que implica necessariamente não apenas o investimento acrescido no SNS e nos seus recursos humanos, mas também noutras áreas que são necessárias para combater a pandemia e os efeitos desta, como as verbas para a proteção social e para a ação social”, sintetizou.

Assim, a ministra referiu que, quando se aproxima a votação na generalidade do documento no parlamento, a expectativa do executivo socialista é que este “possa ser aprovado”.

“Precisamente porque é um instrumento importante no combate à pandemia, na recuperação da nossa economia e na preparação de um futuro pós-pandemia”, defendeu.

/ RL