O Presidente da República evocou, neste domingo, "já com saudade", "o amigo e companheiro de muitas lides António Almeida Henriques", que morreu esta manhã, vítima de covid-19.

"Homem Bom, dedicou a sua vida a Viseu e a Portugal, como autarca, como deputado nacional e europeu, como membro do Governo; deixa obra e deixa saudades, lembrando-nos como esta doença, que nos assola, é terrível e nos apanha assim, de surpresa e desprevenidos, deixando a meio tanto que ainda tinha a dar aos seus concidadãos", pode ler-se na nota divulgada pela Presidência.

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou, também, que a morte de António Almeida Henriques mostra-nos "como somos frágeis e como é importante levar a sério esta pandemia do nosso descontentamento".

Almeida Henriques deixou-nos, mas a sua obra não nos deixará e será lembrado, em particular, pelos viseenses. À Família, em particular à esposa com quem tem estado em contacto, ao Município de Viseu, aos seus amigos, o Presidente da República apresenta sinceras condolências."

Governo expressa "profundo pesar"

Também o Governo expressou hoje “profundo pesar” pela morte do presidente da Câmara de Viseu, o social-democrata António Almeida Henriques.

Em comunicado oficial, a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, e o secretário de Estado da Descentralização e da Administração Local, Jorge Botelho, “endereçam ao município de Viseu e à família e amigos os sentidos pêsames”.

Os governantes recordam o autarca como “um homem que dedicou a vida à causa pública e ao interesse nacional”, seja como deputado à Assembleia da República e como secretário de Estado e, mais recentemente, como presidente da Câmara Municipal de Viseu e vice-Presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP).

Rio e direção do PSD em “grande consternação” e “sentido pesar”

O presidente do PSD, Rui Rio, e a sua direção manifestaram hoje “grande consternação” e “sentido pesar” pela morte do presidente da Câmara Municipal de Viseu.

Num ano particularmente difícil para todos os portugueses, é com profundo pesar que os sociais-democratas veem partir Almeida Henriques, um autarca dedicado. A direção do PSD, na figura do seu presidente, expressa a toda a família o seu mais sentido pesar nesta hora”, lê-se em nota publicada no site dos sociais-democratas.

O texto relembra a biografia do advogado, que “dedicou grande parte da sua vida ao serviço público”, destacando as suas funções governativas e o “lançamento de programas de política pública como o ‘Revitalizar’ ou ‘Valorizar’, na reprogramação estratégica e no avanço da execução do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) e na aprovação e implementação do pacote de medidas de apoio às famílias endividadas e de disciplina de práticas bancárias abusivas”.

“Almeida Henriques era, desde 2013, presidente da Câmara Municipal de Viseu, cidade onde deixa um legado indelével, tendo mantido sempre uma participação ativa em diversas instituições culturais, sociais e científicas da cidade e da região”, lê-se ainda.

Catarina Machado / com Lusa