O dirigente socialista Ascenso Simões demitiu-se na quinta-feira da direcção do PS ao ser nomeado para a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), informou esta sexta-feira à agência Lusa fonte do partido.

Segundo a fonte, o ex-secretário de Estado apresentou a sua demissão na quinta-feira de manhã, no dia em que o Governo aprovou a sua nomeação para o cargo de vogal do Conselho de Administração da ERSE. Ascenso Simões integrava o Secretariado Nacional do PS.

A sua nomeação para a ERSE já foi criticada pelo PSD, que a considerou uma «tentativa de condicionar a autonomia, independência e isenção» deste órgão, e pelo CDS-PP, que a interpretou como um «péssimo exemplo».

Ambos os partidos defendem que nomeações para cargos semelhantes aos de Ascenso Simões devem passar pelo Parlamento e pelo Presidente da República.