"Desde já temos dúvidas legítimas e fundadas em primeiro lugar sobre se esta é a única solução possível", afiançou contudo o parlamentar, que pretende perceber, por exemplo, se os valores anunciados para serem injetados no banco são "adequados" quando se analisa a "dimensão do Banif" no sistema financeiro.




"É absolutamente natural que haja essa comissão de inquérito. Quanto mais se puder saber e o mais célere saber, melhor para os cidadãos", vincou o líder da bancada centrista.