O vice-presidente da bancada do PS Fernando Jesus considerou este domingo que os deputados socialistas que exercem pressão a favor do voto contra o Orçamento estão a ser «irresponsáveis» e desleais em relação à direcção do seu partido, noticia a Lusa.

Sexta-feira, no final da sessão plenária na Assembleia da República, a deputada socialista Isabel Santos afirmou à agência Lusa estar determinada a votar contra a proposta de Orçamento do Estado para 2012, «a menos que o secretário-geral do PS [António José Seguro] tenha um compromisso com o Governo».

A posição de Isabel Santos, que pertenceu ao último Secretariado Nacional do PS liderado por José Sócrates, seguiu-se a declarações no mesmo sentido - a favor do voto contra no Orçamento - de outros deputados socialistas, casos de José Lello, André Figueiredo ou de João Galamba.

Em declarações à agência Lusa, Fernando Jesus, deputado eleito pelo círculo do Porto, insurgiu-se contra a actuação política deste grupo de deputados socialistas.

«Os responsáveis do partido que têm vindo a público emitir a sua opinião sobre o voto no Orçamento, antes de a Comissão Política do PS reunir e decidir, estão a revelar deslealdade em relação à direcção», afirmou.

Segundo Fernando Jesus, este grupo de deputados socialistas «revelam também irresponsabilidade nos actos que praticam».

«Há uma reunião da Comissão Política do PS convocada para quinta-feira. Aí a decisão será tomada em colectivo após um debate livre e aberto», acrescentou o vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS.
Redação