Constança Cunha e Sá comentou esta sexta-feira as declarações do Presidente da República, que disse que o valor que vai receber em pensões «quase de certeza que não vai chegar para pagar» as despesas.

A comentadora residente da TVI24 ironizou e sugeriu a realização de «colecta pública» para que Cavaco Silva «possa ir ao supermercado à vontade sem ter de andar a contar os tostões».

«O problema é explicar a um reformado que ganha 200 euros como é que pode contribuir para o bem estar de um Presidente que tem como reforma cerca de 10 mil euros», apontou.

«Estas afirmações seriam risíveis se não fossem também ofensivas», apontou. «O Presidente parece desconhecer por completo o país onde vive».
Redação