Jerzy Buzek, presidente do Parlamento Europeu, fez esta segunda-feira uma analogia entre os feitos dos navegadores portugueses e a entrada em vigor do Tratado de Lisboa, que será assinalada terça-feira numa cerimónia na capital portuguesa, na qual participará, escreve a Lusa.

Numa nota divulgada em Bruxelas, na véspera de viajar para Lisboa, Buzek lembra que «no século XV os navegadores portugueses costumavam navegar a partir de Lisboa para explorar águas do Mundo ainda não cartografadas», para sustentar que agora «o Tratado de Lisboa irá orientar a Europa nas águas não cartografadas de um mundo globalizado».

«Hoje vivemos num novo mundo globalizado mas nós, europeus, temos um novo mapa para nos guiar: o Tratado de Lisboa», diz.
Redação / PP