“Nós não somos desumanos, nós dizemos é que essa gente toda que está a passar para a Europa central tem de ser devidamente registada, tem de ser devidamente tratada, e automaticamente repatriada”, afirmou o secretário-geral do PNR, João Patrocínio, aos jornalistas.




“Todo o sangue derramado está nas mãos dos políticos”

“Achamos sinceramente que a União Europeia e os Estados Unidos [da América] têm muita culpa daquilo que está a acontecer pela Europa toda, têm muita culpa por todas estas questões, esta invasão que estamos a sofrer”, acrescentou o secretário-geral.