Reduzido a cinco deputados no Parlamento, o CDS não partilha apenas a bancada com o Chega, de André Ventura. Os centristas começa também a perder eleitorado para este partido, de acordo com uma sondagem da Intercampos para o Correio da Manhã e Jornal de Negócios.

O barómetro de novembro dá 4,8% das intenções de voto ao Chega e apenas 2,9 ao CDS, o mesmo resultado conseguido pelo também pelo estreante Iniciativa Liberal

Em janeiro, o CDS vai escolher um novo líder num congresso do partido.

Mais de mil congressistas vão escolher entre quatro nomes: João Almeida, Filipe Lobo d'Ávila, Abel Matos Santos e Carlos Meira.

Alexandra Monteiro