O primeiro-ministro elogiou e agradeceu esta segunda-feira o empenho dos bombeiros no combate aos incêndios que atingiram Portugal nos últimos dias. Pedro Passos Coelho lamentou a morte de uma bombeira num acidente de viação.

Numa nota enviada à agência Lusa, Pedro Passos Coelho expressa «profundo pesar pela morte de um elemento do Corpo de Bombeiros Municipais de Abrantes, vítima de acidente de viação no cumprimento do dever», no sábado, e apresenta «as mais sentidas condolências» à família e à corporação dessa bombeira.

O primeiro-ministro «exprime todo o seu reconhecimento pela dedicação e pelo elevado sentido do dever demonstrados pelos bombeiros que se empenharam no combate aos incêndios que assolaram Portugal, com especial severidade, nos últimos dias».

Passos Coelho estende esse reconhecimento «a todos elementos que colaboram com o sistema de Proteção Civil, designadamente aos militares das Forças Armadas e da Guarda Nacional Republicana, profissionais da Polícia de Segurança Pública e Polícia Judiciária, do Instituto Nacional de Emergência Médica e das autarquias», solicitando ao presidente da Autoridade Nacional de Proteção Civil «que a todos transmita a sua sincera gratidão».

«O Governo, através do Ministério da Administração Interna, monitorizou e acompanhou em permanência a evolução das diversas frentes de incêndio, agindo de imediato e em permanência para mobilizar todos os meios disponíveis para combater os fogos e assegurar a proteção das populações afetadas».