"Por isso preservemos aquilo que são os resultados e não confiemos em promessas que já deram para o torto", referiu Paulo Portas, recordando que foram os socialistas que chamaram a Troika para Portugal e que é necessário "não por em causa a confiança e regressar à instabilidade".


"Eu pedi aos presidentes de Câmara do CDS, que se a situação financeira do município o permitir, dêem o exemplo e sejam entre os primeiros a criar o IMI familiar, que dará um desconto às famílias que por terem um maior núcleo familiar, obviamente, têm mais despesas", disse Paulo Portas, acrescentando que "curiosamente as respostas animadoras começaram pelas regiões autónomas", dado que o CDS no Funchal (Madeira) propôs e já foi aprovado e nas Velas de S. Jorge (Açores) o autarca "está empenhado e a estudar o assunto".