O candidato à liderança do PSD Paulo Rangel defendeu esta quinta-feira a realização de eleições legislativas em 20 ou 27 de fevereiro, considerando que seria “um prazo racional, razoável e rápido”.

A data que nos parecia adequada e que em nada prejudicaria o país seria 27 ou 20 de fevereiro”, afirmou, em conferência de imprensa na sequência do ‘chumbo’ do Orçamento do Estado para 2022 na quarta-feira.

Na conferência de imprensa, anunciou ainda que o ex-ministro Miguel Poiares Maduro aceitou coordenar as bases do programa eleitoral de Paulo Rangel e o economista Fernando Alexandre será o responsável pela área económica.

/ RL