Paulo Rangel enviou esta terça-feira uma mensagem aos militantes do PSD. O candidato à presidência do partido reitera que o “caminho é claro: queremos liderar todo o espaço não socialista”.

Rangel alerta ainda que caso seja eleito rejeitará “quaisquer acordos com a direita radical” e garante que não vê “nem futuro nem viabilidade no Bloco Central de partidos”.

VEJA TAMBÉM: RIO FALA EM SITUAÇÃO "BASTANTE GRAVE", RANGEL NÃO QUER ADIAR ELEIÇÕES

“Unir, crescer, vencer” é o lema de Paulo Rangel para a campanha interna nas diretas do PSD. O adversário de Rui Rio avisa ainda que esta “candidatura é a única que reúne todas as condições para unir o PSD”.

A nossa candidatura é a única que reúne todas as condições para unir o PSD, para o fazer crescer e para o fazer vencer as próximas eleições legislativas. Só com um partido unido podemos realizar a nossa vocação maioritária e dar ao país uma solução de governo estável e reformista”, pode ler-se na mensagem de Rangel.

VEJA TAMBÉM: "NÃO CONTEM COMIGO PARA TRICAS OU INSINUAÇÕES"

O candidato à liderança social-democrata lembra ainda que “a realização de eleições antecipadas, na sequência da reprovação do Orçamento do Estado, é da responsabilidade exclusiva de António Costa e do PS”. Considerando ainda que “a antecipação de eleições põe todas atenções na alternativa do PSD”.

Rangel revela que a candidatura tem como grande prioridade a “mobilidade social”, que “servirá de alavanca às restantes políticas”.

Chegou o tempo de o país sair deste declínio e dar de novo a cada português a oportunidade de “subir na vida”! Vamos romper com os erros dos governos socialistas, que nos condenaram a 20 anos de estagnação, arrastando-nos para a cauda da Europa”, diz.

VEJA TAMBÉM: RANGEL RECUSA “SUSPENDER” DEMOCRACIA INTERNA PARA PREPARAR LEGISLATIVAS

O adversário de Rio considera que o partido vive “um momento histórico” em que “os militantes do PSD têm na sua mão o poder de, ao mesmo tempo que elegem o seu líder, escolher o próximo primeiro-ministro de Portugal”.

Unir, crescer, vencer: eis o nosso lema.

Para isso conto com o vosso apoio e com o vosso voto.

Este é um caminho que construiremos unidos. Junte-se a nós!

Um abraço social-democrata do Paulo Rangel”, culmina o candidato.