O vereador do PS da Câmara Municipal do Seixal, José Assis, manifestou o seu descontentamento pela presença de uma delegação das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) na Festa do Avante, do Partido Comunista Português.

«Como vereador na C.M.S lamento que o PCP, partido que detém a maioria na Câmara, permita a visita das FARC no Seixal, ofendendo o seu povo e aqueles que lutaram pela liberdade, incluindo comunistas que deram a sua vida e a sua liberdade na defesa da conquista de um regime democrático», disse José Assis.

O vereador considera que a presença das FARC, a quem chama de «grupo terrorista» é «indesejada» e violadora do Estado de direito.

A Festa do Avante, festa anual do PCP, decorre entre 05 e 07 de Setembro de 2008 na Amora, concelho do Seixal.

As FARC são uma organização que se auto-denomina de guerrilha revolucionária marxista-leninista, sendo considerada uma organização terrorista pela União Europeia e pelos Estados Unidos e Canadá, entre outros países.

O grupo colombiano faz repetido uso de tácticas de sequestro, tendo raptado cerca de seis mil pessoas numa só década, e mantendo no final de 2007 perto de oitocentos reféns, segundo relatos da imprensa da América Latina.

Segundo José Assis, as FARC já estiveram presentes na Festa do Avante nos dois últimos, tendo mesmo mantido uma banca de divulgação das suas actividades.

«O povo português não merece a visita de uma organização terrorista que sequestra pessoas e cujos ideais são conquista do poder pela força das armas, num quadro plenamente anti democrático, anti social, criminoso, que levou à censura da comunidade internacional», disse o vereador em comunicado.
Redação