A candidatura presidencial de João Ferreira vai manter as suas ações de pré-campanha eleitoral, garantindo “todas as medidas de proteção sanitárias recomendadas”, apesar de o país passar à "situação de calamidade” na quinta-feira devido à pandemia de covid-19.

O eurodeputado do PCP João Ferreira “prosseguirá a sua intervenção garantindo a observação de todas as medidas de proteção sanitárias recomendadas, assegurando a compatibilização do exercício do direito de intervenção política necessária ao esclarecimento eleitoral que a importância da eleição justifica, com a prevenção e defesa da saúde pública”, segundo uma nota do gabinete da candidatura.

A Lusa havia questionado a candidatura sobre se haveria alguma alteração no programa de pré-campanha face ao agravamento da pandemia de covid-19 que levou o Governo, a elevar o nível de alerta, que passa da "situação de contingência" para "situação de calamidade".

Uma das consequências é a limitação do número de pessoas em espaços públicos.

Na quinta-feira, João Ferreira tem uma reunião prevista, em Lisboa, com a Provedora de Justiça, na sexta-feira está em Évora para um encontro com o Cendrev – Centro Dramático de Évora e no sábado estará em Leiria para uma visita ao Pinhal de Leiria.

A candidata a Presidente da República Ana Gomes cancelou esta quarta-feira "todas as ações de campanha programadas para as próximas duas semanas" devido ao agravamento da pandemia de covid-19.

/ CE