A dívida pública na ótica de Maastricht, a que conta para Bruxelas, caiu para 131,4% do PIB no terceiro trimestre deste ano, uma redução de quatro pontos percentuais face ao trimestre anterior, revelou hoje o Banco de Portugal (BdP).

Segundo a informação divulgada pelo banco central, "a dívida pública totalizava 131,4% do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre do ano, o que representa uma redução de 4,0 pontos percentuais face ao final do trimestre anterior".

De acordo com o BdP, a dívida pública desceu 2,1 mil milhões de euros em setembro, em relação ao mês anterior, situando-se em 271,5 mil milhões de euros.

Numa nota, a instituição indicou que esta redução "refletiu, essencialmente, a amortização de títulos de dívida no valor de 2,0 mil milhões de euros".

Assim, salientou o BdP, "os depósitos das administrações públicas aumentaram 0,5 mil milhões de euros", sendo que deduzida desses depósitos, "a dívida pública diminuiu 2,6 mil milhões de euros, para 249,0 mil milhões de euros".

Em relação a setembro de 2020, de acordo com os dados do BdP, a dívida pública na ótica de Maastricht cresceu em 4,4 mil milhões de euros.

A próxima atualização das estatísticas da dívida pública do Banco de Portugal será divulgada em 02 de dezembro.

/ JGR