A sondagem da Pitagórica para a TVI e o Observador mostra Marcelo Rebelo de Sousa calmamente a caminho da reeleição, com 67,9% das intenções de voto, enquanto a disputa pelo segundo lugar, entre Ana Gomes e André Ventura, tem tudo o que é preciso para ser o grande duelo destas eleições.

Os candidatos estão empatados nas intenções de voto: ambos contam agora com 11,4 por cento.

Isto significa que, em relação à última sondagem, Ana Gomes caiu 1,6 pontos percentuais, enquanto Ventura subiu 0,8 pontos percentuais.

Segue-se Marisa Matias, com 4,3%, João Ferreira, com 2,6%, Tiago Mayan, com 2,1%, e Vitorino Silva, com 0,4%.

Sondagem avalia posições de Ventura 

A Constituição da República Portuguesa tem estado na mira de André Ventura. O candidato defende alterações ao texto e, segunda a sondagem, esta é uma intenção que parece a agradar a muitos eleitores: 45 por cento dos inquiridos diz que a Constituição precisa de algumas alterações, contra 16 por cento que declara não ser necessário fazer qualquer mudança.

A reintrodução da prisão perpétua também foi avaliada: 46 por cento diz que sim e 39% defende que não.

A ilegalização do Chega, pretendida por Ana Gomes, também foi avaliada e o resultado mostra que a maioria dos inquiridos rejeitam a ideia.

Já André Ventura é considerado pela maioria dos inquiridos nesta sondagem como populista, seguindo-se de extrema direita e, em terceiro lugar, com pensamento fascista.

A sondagem foi feita pela Pitagórica para a TVI e jornal Observador entre os dias 22,23,26,27 e 29 e 30 de dezembro de 2020 e os dias 2 e 3 de janeiro 2021. Com 629 entrevistas telefónicas, com um grau de confiança de 95 e meio por cento, para uma margem de erro máxima de 4 por cento.

A Ficha técnica completa desta sondagem, bem como todos os resultados, foram disponibilizados junto da Entidade Reguladora da Comunicação Social, que os disponibilizará oportunamente para consulta online.

Alexandra Monteiro