O ex-ministro social-democrata José Luís Arnaut foi escolhido, esta sexta-feira, para presidente da Comissão de Defesa e o vice-presidente social-democrata Paulo Mota Pinto para a de Orçamento e o secretário-geral do partido, Marques Guedes, para a de Ética.

Nesta legislatura o PSD tem direito à presidência de cinco das treze comissões parlamentares permanentes, tendo ainda indicado José Matos Correia para presidir à Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicações e Couto dos Santos para presidente da Comissão de Saúde.

Para vice-presidente da Comissão de Assuntos Constitucionais o grupo parlamentar do PSD indicou o antigo director-geral da Judiciária, Fernando Negrão e para vice-presidente da Comissão de Negócios Estrangeiros o ex-secretário de Estado das Comunidades José Cesário.

Para vice-presidentes das restantes seis comissões foram escolhidos Carlos Costa Neves (Assuntos Europeus), António Almeida Henriques (Assuntos Económicos) Pedro Lynce (Agricultura e Pescas), José Ferreira Gomes (Educação e Ciência), Arménio Santos (Trabalho e Segurança Social) e Fernando Marques (Ambiente, Ordenamento do Território e Poder Local).

Na anterior legislatura existiam doze comissões parlamentares permanentes e o PSD presidia a quatro delas.