O presidente do CDS-PP salientou esta quinta-feira que Carlos Moedas, anunciado candidato do PSD à Câmara de Lisboa, "reuniu sólido consenso" entre os dois partidos, e considerou que é o "primeiro passo" para uma coligação na capital.

O CDS congratula-se com a disponibilidade de Carlos Moedas para se candidatar à Câmara Municipal de Lisboa", refere Francisco Rodrigues dos Santos em comunicado, indicando que "é um nome forte que reuniu sólido consenso entre direções do CDS e do PSD em reuniões mantidas sobre a estratégia para as próximas eleições autárquicas".

O líder centrista considerou igualmente que "é uma boa notícia para Lisboa e constitui o primeiro passo para que haja uma coligação de centro-direita para a capital que, naturalmente, carece de ser aprofundada pelas direções dos dois partidos".

O ex-comissário europeu Carlos Moedas vai ser o candidato do PSD à Câmara Municipal de Lisboa, anunciou o presidente social-democrata Rui Rio.

O líder do PSD disse já ter comunicado a decisão ao presidente do CDS-PP, em vésperas de os dois partidos assinarem um acordo-chapéu para as coligações autárquicas.

A vontade comum é que o candidato seja candidato do PSD e do CDS à Câmara Municipal de Lisboa”, referiu.

/ HCL