pedindo esclarecimentos

"Não nos surpreende esta posição da Comissão Europeia. Já tínhamos alertado para o irrealismo e inconsistência de algumas das previsões que o Governo tinha apresentado. Em todo o caso, a carta que foi enviada ao Governo constitui uma oportunidade para que o Governo possa introduzir as correções que possam dar mais consistência e realismo à propostas de Orçamento do Estado (OE) para 2016", sublinhou o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, em declarações aos jornalistas no parlamento.

















Redação / AR