O ainda deputado do PSD Hugo Soares fez esta quarta-feira "duras críticas" a Rui Rio, afirmando que o veto da Direção Nacional é uma "medalha cheia de futuro", disseram à Lusa fontes do PSD, presentes no discurso do ex-líder parlamentar.

O deputado, eleito nas legislativas de 2015 pelo círculo de Braga, foi excluído das listas à Assembleia da República para as eleições de outubro por "vontade expressa" da Direção Nacional do Partido.

Na sexta-feira, o secretário-geral do PSD, José Silvano, confirmou que o nome de Hugo Soares foi o "único vetado" nas listas às legislativas, ainda antes da reunião do Conselho Nacional, que decorreu em Guimarães.

Carrego com orgulho essa medalha ao peito porque é um veto cheio de futuro", afirmou Hugo Soares perante o Conselho Nacional, segundo disseram à Lusa fontes presentes no momento, tendo abandonado a reunião logo depois.

À entrada da reunião, Hugo Soares disse que vinha falar com o presidente do partido "cara a cada, olhos nos olhos" com Rui Rio e a Direção Nacional.

Segundo uma das fontes do partido, o deputado começou por acusar Rui Rio de "não gostar" do PSD por este não "respeitar a militância nem as estruturas do partido e as suas escolhas".

Hugo Soares afirmou ter sabido pela comunicação social que tinha sido excluído das listas por veto (Hugo Soares foi a indicação da concelhia de Braga para a lista do distrito à Assembleia da Republica).

A Rui Rio terá pedido que "a raiva" que tem ao PSD a coloque "contra o PS" porque, disse, "a fazer jus às suas palavras perde sondagens, mas ganha eleições".

O discurso do deputado terminou com a afirmação que "também está" no combate ao PS.

O Conselho Nacional do PSD aprovou esta quarta-feira de madrugada com 80 votos a favor, 18 contra e dez abstenções as listas de candidatos deputados à Assembleia da República, disse à Lusa fonte presente na reunião.

A reunião, que começou cerca das 22:00, também serviu para aprovar o programa eleitoral do PSD com 17 abstenções, numa reunião em que foi também ratificado o nome de José Manuel Bolieiro como novo 'vice' do partido.