O líder do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque, foi esta terça-feira nomeado presidente do XIII Governo Regional, no mesmo dia em que assinou com o CDS um acordo para a formação de um executivo de coligação, anunciou o representante da República.

A nomeação decorreu durante um encontro entre o representante da República para a Região Autónoma da Madeira, Ireneu Barreto, e o presidente da estrutura regional do PSD, Miguel Albuquerque, realizado esta terça-feira à tarde no Palácio de São Lourenço, no Funchal.

Ao final da manhã desta terça-feira, PSD e CDS-PP assinaram um acordo programático para a formação de um governo de coligação para os próximos quatro anos.

O PSD venceu em 22 de setembro as eleições legislativas regionais, mas, pela primeira vez, sem maioria absoluta, elegendo 21 dos 47 deputados do parlamento regional.

O CDS conseguiu três mandatos, pelo que os dois partidos coligados somam 24 parlamentares, número necessário para uma maioria absoluta.

 

Ireneu Barreto diz ter "todas as garantias de que precisava" para indigitar Albuquerque

O representante da República para a Madeira disse ter indigitado o líder da estrutura regional do PSD, Miguel Albuquerque, para formar governo na sequência das eleições de 22 de setembro por ter "as garantias de que precisava".

No cumprimento de disposições constitucionais, eu convidei hoje o dr. Miguel Albuquerque para presidente do Governo Regional e pedi-lhe que, quando possível, trouxesse os nomes para formar o XIII Governo Regional", afirmou Ireneu Barreto após uma reunião com o presidente da estrutura regional do PSD.

O encontro decorreu hoje à tarde no Palácio de São Lourenço, no Funchal.

É um dia que considero importante para a região, houve uma mudança que diria de ciclo. Temos, pela primeira vez na região, um governo de coligação e eu desejo ao dr. Miguel Albuquerque e aos partidos que sustentam este governo as maiores felicidades porque a felicidade deste governo será, no fundo, a felicidade da região e, no fundo, a felicidade do pais", acrescentou.

O representante da República disse ainda ter, depois dos encontros com as delegações do PSD e do CDS, que todas as garantias de que precisava lhe tinham sido dadas.

Portanto, estou convencido que é um acordo que pode ter sucesso para uma legislatura. É isso que quero e é isso que desejo para bem de todos nós", finalizou.

O líder do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque, considerou, por seu lado, que o acordo político firmado entre o PSD e o CDS, hoje ao final da manhã, é "um acordo de grande estabilidade, tranquilidade e previsibilidade para os próximos quatro anos".

Esse acordo político garante a necessária estabilidade parlamentar e uma interação entre os dois partidos para a constituição de um governo ao serviço de todos os madeirenses e porto santenses e, neste momento, vou constituir o governo e apresentar, aqui, ao senhor representante", observou.

 

A minha previsão é constituir o governo ainda esta semana e apresentar ao senhor representante na próxima segunda-feira de manhã", afirmou.

De acordo com fonte do gabinete do representante da República, o elenco governativo deverá ser apresentado a Ireneu Barreto na segunda-feira às 09:30.

/ HMC atualizada às 18:22