O líder do PSD acusou, esta quarta-feira, o CDS de “falta de sentido de Estado” e recusou a proposta dos centristas para que o salário dos juízes tenha como teto máximo o vencimento do Presidente da República.

Rui Rio utilizou a sua conta no Twitter para comentar a proposta de alteração do CDS ao Estatuto dos Magistrados Judiciais, feita na terça-feira no parlamento, para que o salário dos juízes tenha como teto o do Presidente, noticiada pelo Público e pelo Jornal de Negócios.

Isto é falta de sentido de Estado. Não é prudente e, muito menos, sensato. É, também, injusto para muitas classes profissionais. Não é difícil ser fraco com os fortes e forte com os fracos. Não contem com o PSD. Estou convictamente contra!”, lê-se no tweet de Rui Rio.

/ CE