A direção nacional do PSD afastou "por vontade do presidente" o nome de Hugo Soares das listas ao parlamento nas próximas legislativas e "impôs" o vice-presidente da câmara de Braga, disse à Lusa fonte do partido.

Segundo fonte da distrital social-democrata, na reunião desta tarde entre a Federação Distrital do PSD Braga e o secretário-geral do partido, José Silvano, a lista à Assembleia da República não tem "nenhuma indicação" aprovada pela concelhia de Braga, "algo inédito".

O que foi comunicado pelo secretário-geral foi que o nome de Hugo Soares foi afastado das listas por vontade do presidente do partido e ratificado pela comissão permanente", afirmou a fonte.

Hugo Soares, que foi líder parlamentar do PSD no mandato de Passos Coelho, foi também um dos principais rostos da oposição a Rui Rio.

A mesma fonte refere que o ainda deputado foi a escolha da concelhia para representar Braga, sendo que o segundo nome indicado seria o de João Granja, também ele assim afastado.

A segunda indicação [da direção nacional] do partido era Carlos Reis que poderia ser incluído na lista até ao sexto lugar. A nacional fez duas indicações e uma imposição, forçando, contra a vontade da distrital e da concelhia", apontou.

Questionado pela Lusa, o presidente da Distrital do PSD, José Manuel Fernandes, não quis comentar o teor da reunião.

Não comento as listas até elas estarem concluídas", disse.

O cabeça de lista do PSD por Braga é André Coelho Lima, atual vereador na câmara de Guimarães e membro na direção nacional do PSD.