O presidente do PSD, Rui Rio, faz hoje uma declaração à imprensa pelas 18:30, num hotel do Porto, segundo uma nota à imprensa, um dia depois de Luís Montenegro o ter desafiado a convocar eleições diretas de imediato.

Na sexta-feira, o antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro anunciou que está disponível para ser "de imediato" candidato à liderança do partido, desafiando Rui Rio a marcar eleições diretas já e a apresentar a sua própria candidatura.

Se tem mesmo Portugal à frente de tudo, mostre coragem e não hesite em marcar estas eleições internas, não tenha medo do confronto, não se justifique atrás de questões formais, o tempo é de confronto político”, afirmou Montenegro, numa declaração sem direito a perguntas no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

O presidente do PSD já foi questionado duas vezes sobre este desafio - sexta-feira à noite no Porto, após uma audiência com o Presidente da República, e hoje em Coimbra, depois de uma reunião do Conselho Estratégico Nacional – e ambas as ocasiões prometeu reagir “a seu tempo”.

Eu vou responder, naturalmente, não vou fazer de conta que nada está a acontecer, seria uma grande hipocrisia. Agora eu fui corredor de cem metros, mas quando tinha 20 anos de idade, agora é mais meio fundo e fundo, portanto, com calma e na devida altura", afirmou.

Rui Rio completa no domingo um ano como presidente do PSD, num mandato que é de dois anos.