O candidato do PSD à presidência da Câmara de Setúbal, Fernando Negrão, afirmou-se esta secta-feira convicto de que os setubalenses vão dar a primeira câmara do distrito ao PSD nas próximas eleições autárquicas.

Estou muito satisfeito pela recetividade dos setubalenses, que não é de hoje. A recetividade tem sido durante este tempo todo – andamos na rua desde julho – e estamos otimistas relativamente ao resultado das eleições”, disse Fernando Negrão.

“Os setubalenses já perceberam que o salto que o concelho e a cidade deviam ter dado há dez anos tem que acontecer agora. E esse salto só pode acontecer com quem ainda não governou a cidade: o PSD”, acrescentou o cabeça de lista social-democrata às eleições para a Câmara Municipal de Setúbal.

Fernando Negrão falava à agência Lusa durante uma arruada com o líder do PSD, Rui Rio, e mais de uma centena de apoiantes, que desfilaram pelas ruas da baixa setubalense ao som do hino da candidatura social-democrata ao município sadino.

Na iniciativa, que decorreu de forma tranquila e com algumas reações mais calorosas, outras com menor entusiasmo, Rui Rio e Fernando Negrão apelaram ao voto no PSD, com o líder social-democrata a afirmar várias vezes que “o PSD pode ganhar em Setúbal”.

O PSD quer aproveitar o que considera ser um fim de ciclo na Câmara de Setúbal, com a saída forçada da atual presidente do município, Maria das Dores Meira (CDU), impedida de se recandidatar por já ter cumprido três mandatos consecutivos, limite máximo estarrecido por lei.

O ex-vereador social-democrata, que nas eleições autárquicas de 2005 obteve o melhor resultado autárquico de sempre do PSD em Setúbal, com 25,43% dos votos, na altura relegando o PS para terceira força política do concelho, espera melhorar ainda mais esse resultado e conquistar a Câmara de Setúbal à CDU, naquela que seria a primeira conquista social-democrata num distrito tradicionalmente difícil para o partido.

Nas eleições para o município, Fernando Negrão terá como adversários André Martins (CDU), Fernando José (PS), Pedro Conceição (CDS-PP), Fernando Pinho (BE), Paula Esteves da Costa (PAN), Carlos Cardoso (IL), Luís Maurício (Chega), Carina de Deus (RIR/PDR - Todos Somos Setúbal) e Fidélio Guerreiro (NC/PPM - Amar Setúbal).

A CDU, coligação que junta PCP e PEV, governa a Câmara de Setúbal com maioria absoluta, com um total de sete eleitos, liderados por Maria das Dores Meira, que está prestes a terminar o terceiro e último mandato em Setúbal e que este ano é cabeça de lista da CDU à Câmara de Almada.

O PS é atualmente a segunda força política do concelho de Setúbal, com três vereadores, e o PSD tem um.

As eleições autárquicas estão marcadas para dia 26 de setembro.

Agência Lusa / MJC