O Presidente da República enviou esta segunda-feira «calorosas felicitações» a Vladimir Putin pela vitória das presidenciais russas, considerando que durante o seu mandato serão encontradas novas oportunidades para reforçar a amizade e cooperação entre Portugal e a Rússia.

«Estou seguro de que, no decorrer do mandato de vossa excelência, os laços de longa amizade e de cooperação que unem os nossos países, encontrarão novas oportunidades para se reforçarem e expandirem, em benefício dos nossos dois povos», lê-se numa mensagem enviada pelo chefe de Estado português a Vladimir Putin e divulgada no "site" da Presidência da República.

Dirigindo ao presidente russo «calorosas felicitações e votos de sucesso no exercício das altas funções que é chamado a desempenhar», Cavaco Silva deixa ainda «desejos sinceros de felicidade pessoal» e de «prosperidade e progresso para o povo amigo da Rússia».

De acordo com os dados oficiais, Putin venceu as eleições presidenciais à primeira volta com 63,65 por cento depois de contados 99,8 por cento dos votos.

Os observadores da Organização para a Cooperação e Segurança na Europa (OSCE) consideraram que não foram garantidas condições iguais para todos os candidatos e que Putin foi beneficiado, conclusões que já foram rejeitadas entretanto pela Comissão Eleitoral russa.