O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou, em Guimarães, que “muito brevemente” serão anunciadas novidades sobre as moratórias às empresas dos setores mais afetados pela pandemia de covid-19.

Há novidades a anunciar em breve e serão anunciadas no tempo próprio. Muito brevemente, muito brevemente”, referiu, no final de uma visita à têxtil Lameirinho.

Pedro Siza Vieira sublinhou que é preciso continuar a apoiar as empresas mais afetadas pela pandemia na “digestão do impacto de um ano que foi muito difícil”.

É nisso que continuamos a trabalhar, seja com a prorrogação de apoios ao emprego, seja com uma atenção muito particular agora com o fim das moratórias”, acrescentou.

Num dia que se dedicou ao têxtil, com visita a três fábricas em Guimarães e Vila Nova de Famalicão, o ministro disse que as expetativas do setor “são positivas”, com um crescimento “muito grande da procura e uma recuperação muito grande da produção”.

Temos de continuar a apoiar o investimento nestes setores, a transformação que está em curso tem de ser acelerada”, defendeu, aludindo à digitalização na indústria têxtil, à internacionalização, à sustentabilidade e ao desenvolvimento de novos materiais.

Nesse sentido, sublinhou, foi recentemente lançado o último “grande” concurso do Portugal2020, para apoiar o investimento produtivo e a inovação empresarial, e foi hoje publicado o aviso para o concurso das Agendas Mobilizadoras, “para um total de incentivo ao investimento que está neste momento em 930 milhões de euros mas que pode ser incrementado em mais 2.300 milhões de euros, em função da procura”.

Agência Lusa / HCL