00:01:30
Desporto Há 1h e 34min
Gabigol como Rui Costa: a expulsão que Jorge Jesus não percebeu

O Flamengo venceu o Fluminense por 2-1, na 1.ª mão da final do Campeonato Carioca, garantindo uma vantagem importante para o segundo jogo. Jorge Jesus mostrou-se satisfeito com o desfecho do clássico Fla-Flu mas lamentou a expulsão de Gabigol, uma das figuras do encontro, já no período de descontos.

«Foi importante ter ganho, vamos para o segundo jogo em vantagem. Este jogo foi muito mais bem disputado, mais dividido, hoje o Fluminense jogou para ganhar, como o Flamengo. Foi muito mais espetacular e mais emotivo. O Flamengo foi mais equipa durante o jogo mas hoje o Fluminense quis jogar para ganhar, ao contrário do que disse na semana passada», começou por dizer.

Em declarações à FlaTV, Jorge Jesus comentou ainda a confusão generalizada no final da partida. «Houve muitos nervos à flor da pele no final do jogo, não dá para perceber a expulsão do Gabigol, é uma coisa de loucos. Estamos sujeitos a ficar sem ele na final», frisou o técnico português.

Gabigol ia ser substituído por Jorge Jesus mas o árbitro considerou que o avançado brasileiro demorou demasiado tempo a abandonar o terreno de jogo e mostrou-lhe o segundo cartão amarelo, tal como aconteceu a Rui Costa em 1997, num duelo entre Portugal e Alemanha na qualificação para o Campeonato do Mundo do ano seguinte.

Maisfutebol