«Um clima de suspeições e de reivindicações sistemáticas, porventura justas, não é propício nem é favorável ao próprio funcionamento da ANA e ao objetivo de continuar a trazer mais turistas e alargar as rotas que já utilizam os aeroportos portugueses. Julgo que há interesse em clarificar, esclarecer tudo aquilo que houver para esclarecer neste domínio», afirmou Luís Leite Ramos.