A aplicação ‘Stayaway Covid’, que vai permitir rastrear contactos de infeção, deverá estar disponível a partir da próxima semana, disse esta quinta-feira a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.

Questionada na conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros sobre em que fase se encontra o processo de desenvolvimento e disponibilização, Mariana Vieira da Silva afirmou que a aplicação está concluída, restando agora que as lojas de aplicações as disponibilizem.

A aplicação está pronta, fez todos os testes de segurança. Há um período que é necessário para que ela seja disponibilizada nas lojas das diferentes plataformas tecnológicas que usamos nos nossos telemóveis e a informação que tenho é que na próxima semana ela já estará disponível para ser descarregada”, explicou.

No início da semana passada, a aplicação ‘Stayaway Covid’ iniciou os testes de segurança que deveriam estar terminados em duas semanas, disse na altura o secretário de Estado da Saúde.

Segundo a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, essa fase já está concluída e a aplicação está pronta a ser disponibilizada.

A 'Stayaway covid' é uma aplicação móvel voluntária que, através da proximidade física entre 'smartphones', permite rastrear de forma rápida e anónima as redes de contágio por covid-19, informando os utilizadores que estiveram, nos últimos 14 dias, no mesmo espaço de alguém infetado com o novo coronavírus.

Portugal regista mais duas mortes relacionadas com a covid-19 e 399 novos casos confirmados de infeção nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) esta quinta-feira divulgado.         

De acordo com o boletim da DGS, desde o início da pandemia até esta quinta-feira, registaram-se 56.673 casos de infeção e 1.809 mortes.

/ JGR