António Capucho diz que o salário de Eduardo Catroga é «escandaloso» e vai reflectir-se na conta da electricidade.

«Este senhor que vai presidir este órgão, isso é que é um escândalo, vai ganhar 11, 12 vezes do que por exemplo, ganha o António Costa, presidente da Câmara de Lisboa, ou Rui Rio, Presidente da Câmara do Porto. Mais grave que isso é que se esquece de dizer que o vencimento dele, embora aquilo seja uma empresa privada, vai¿se ser repercutido na factura de electricidade que me chega a casa todos os meses», disse,

O economista garantiu hoje, em entrevista à RTP, não ter sido convidado pelo Governo para o conselho de supervisão da EDP. Catroga diz que se trata de baixa política e crítica duramente o PS.

«Ninguém falou comigo da área do governo nem tinha que falar. (...) Isso é pura baixa política», disse, acusando o porta-voz do PS de «estar louco».
Redação / CLC