O vice-presidente brasileiro, Michel Temer, vai participar na 9.ª cimeira de chefes de Estado e de governo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), na sexta-feira, em Maputo. O Brasil não conta assim com Dilma Rousseff que não irá ao certame, ao contrário de Portugal que será representado por Passos Coelho e Cavaco Silva.

Temer chega na quarta-feira à capital moçambicana, onde vai representar a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores brasileiro.

O chefe da diplomacia brasileira, António Patriota, integra a comitiva e vai participar no conselho ministerial da CPLP, acrescentou a mesma fonte.

Temer e Patriota também vão manter reuniões bilaterais com o presidente de Moçambique, Armando Guebuza, e com o primeiro-ministro, Aires Ali, além de participar em visitas a projetos de cooperação e locais de investimentos produtivos brasileiros.

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, também vai estar esta sexta-feira na IX Cimeira da CPLP, onde também estará presente o chefe de Estado português.

Segundo o programa da visita, Passos Coelho chegará a Maputo ao início da noite de quinta-feira, não tendo nenhuma iniciativa pública agendada para esse dia.

Já na sexta-feira, o primeiro-ministro participará ao lado do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, na sessão solene de abertura da IX Cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

A cerimónia contará com intervenções do Presidente da República de Moçambique, da presidência cessante da CPLP (Angola), do presidente da Assembleia Parlamentar da CPLP, do presidente da Comissão Europeia, dos representantes das Nações Unidas e da União Africana e do diretor-geral da FAO.

Durante a manhã, Passos Coelho estará ainda presente num «debate político geral», participando depois no almoço oficial de chefe de Estado e de Governo.

À tarde, além de um debate temático, Passos Coelhos estará também presente na sessão solene de encerramento da IX Cimeira da CPLP, partindo logo de seguida para o aeroporto de Maputo, para regressar a Portugal.

A cimeira de Maputo vai ter como tema central os desafios da segurança alimentar e nutricional.

Criada em julho de 1996, a CPLP integra Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, Timor-Leste e São Tomé e Príncipe.