Alberto João Jardim concorda com as privatizações nos transportes, mas já tem uma opinião diferente sobre o sector da energia. No jornal do dia da tvi24, o líder do governo regional da Madeira revela que não conta privatizar a energia na região.

«Eu sou um social-democrata muito fundamentalista e tenho muito medo das privatizações das energias. Na Madeira, não conto privatizar a energia porque numa ilha é de um peso estratégico decisivo», afirmou, dizendo que, em relação ao continente, não tem dados para se pronunciar sobre se a privatização é positiva.

«Já os transportes, acho que sim, que devem ser privatizados», adiantou.
Redação / SM