Centenas de portugueses estão a protestar no Facebook contra as declarações do Presidente da República sobre o valor da sua reforma. A página de Cavaco Silva foi inundada de críticas e comentários.

Entre críticas e perguntas há um pouco de tudo, em todas a indignação, como é o caso de Helena Sousa que diz ter «dois filhos pequenos» e recebe «apenas o salário mínimo que não chega aos 500 euros».

O tom repete-se em quase todas as mensagens. Diamantina Caeiro pergunta se o presidente «não tem vergonha de fazer esses comentários publicamente?»

Há também quem opte por colocar a declaração de rendimentos de Maria Cavaco Silva.

Os comentários, críticas e perguntas aumentam ao segundo. As redes sociais têm destas coisas. Nasceu já um grupo também no Facebook chamado SOS Cavaco Silva. Foi criado esta sexta-feira para ajudar o presidente a fazer face às suas despesas. É uma brincadeira que se repete também em imagens como a campanha para ajudar o «Aníbal», leia-se Aníbal Cavaco Silva, o Presidente da República.
Redação