O Governo está a fazer o seu trabalho, avançado com o processo de reformas do Estado em tempos de crise. Em entrevista a Judite de Sousa no «Jornal das 8» da TVI, Miguel Relvas assegura que tudo está a correr bem, inclusivamente entre o PSD e o CDS, os partidos da coligação.

«Está tudo a correr bem, estamos no bom caminho. Todos os dias têm surgido provas de solidariedade. Fui secretário de Estado no anterior Governo de coligação e correu tudo bem. Este Governo tem corrido muito bem», frisou o ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares.

Confiante, garante que «o comportamento do primeiro-ministro não mudou». «Não me lembro de muitas promessas na campanha, porque o caminho foi sempre muito claro», frisou, garantindo: «Tem tido o mesmo comportamento de antes».

Entre as questões económicas, em que disse, entre outras coisas, que com este Governo «as palavras valem a sério», assegurou que «as reformas são para avançar e têm os seus custos».

Aguarda, entretanto, pela posição de António José Seguro sobre o Orçamento do Estado, dizendo pelo caminho que o líder do PS é «muito sensato e equilibrado». Aliás, Relvas considera que é preciso manter «um clima de sintonia e confiança», que também envolva o Presidente da República, e saber ouvir: «Temos de ser humildes, ter capacidade de ouvir e manter a convicção».
Redação / FC