O secretário-geral do PS diz que o caminho do país deve ser uma «austeridade inteligente». António José Seguro acusou ainda o Governo de querer dividir o país e os portugueses que trabalham no sector público e no sector privado.

Primeiro em Gondomar, depois em Vila do Conde. Seguro avança com a alternativa socialista à austeridade proposta pelo Governo. E na altura em que muito de importante se decide na União Europeia, Seguro critica também esta Europa e a incapacidade do actual Governo em defender os interesses do país.

E por muito que se insista, quanto Orçamento de Estado para 2012, Seguro nada de novo adianta. Só depois dos encontros com os parceiros sociais na próxima semana e da comissão politica nacional é que se saberá orientação de voto do PS.
Redação / PP