Paulo Sérgio, treinador do Portimonense, em declarações aos jornalistas, após o empate com o Farense:

«Foi um jogo muito dividido, muito disputado. O Farense tem estas características, é uma equipa muito aguerrida, luta pelas bolas todas, à imagem do Jorge [Costa]. Nós percebemos bem qual era o processo mais utilizado agora.

Cometemos um erro ou outro. Deixámos entrar algumas bolas nas costas no primeiro tempo, mas depois corrigimos isso. Sofremos um golo num período em que já estávamos melhor. Não conseguimos ligar o jogo da forma de que gosto na fase inicial, por mérito do Farense, que nos pressionou. E quando já estávamos melhor, surge o golo, num erro nosso.

Depois, as coisas alteraram-se. Mexemos ao intervalo, na busca do resultado, e fizemos uma segunda parte com outra dinâmica, com outra ligação no jogo. O Farense teve uma boa oportunidade num contra-ataque, num remate cruzado com perigo, e nós temos uma grande defesa do Beto e duas bolas nos ferros.

É um resultado que se ajusta, pelo que foi o jogo. Na primeira parte, não conseguimos fazer tudo o que queríamos, na segunda fomos uma equipa mais à imagem do que somos.»

Jorge Anjinho / Estádio de São Luís, Faro