Declarações do treinador do Portimonense, Paulo Sérgio, na sala de imprensa do Portimão Estádio, após a vitória dos algarvios ante o Boavista, por 2-1, em jogo da 32.ª e antepenúltima jornada da I Liga:

«Na primeira parte fizemos um jogo brilhante e na segunda tivemos momentos também brilhantes e outros nem tanto. Mas percebo... o momento... o resultado em 2-0... aqui e ali mostrámos menos e não tivemos a consistência da primeira parte. Trabalhou-se muito sob muito calor.»

«Foi um jogo bem conseguido, uma vitória com mérito. Mesmo na segunda parte, não tendo sido tão conseguida quanto a primeira - até porque é um Boavista de qualidade e que fez pela vida na segunda parte - criámos duas, três boas situações de golo, nas quais podíamos ter sentenciado o jogo e terminado de outra forma. Mas fica o registo de três pontos que eram fundamentais. Seguir neste caminho, de forma muito séria, muito focada, porque, repito, nada está conseguido. Se fizermos bem o nosso trabalho vamos conseguir o que almejamos.»
 
[Eficácia nos lances de bola parada desde a sua chegada:] «Tentamos de todas as maneiras. Qualquer treinador que se preze tem que trabalhar as bolas paradas, nada acontece por acaso. Estamos mais dinâmicos a atacar a bola, quer defensiva como ofensivamente. Melhorámos muito a eficácia da bola parada e isso tem muito que ver com a atitude com que se ataca a bola, com que se acredita que se vai fazer golo. Obviamente que também há muitas coisas ensaiadas e isso também se relaciona com os adversários, como se posicionam.»
 
[Precisa de duas vitórias para conseguir a manutenção?:] «Para já queremos uma, na próxima jornada, em Paços de Ferreira. Não tenho olhado para isso a cada duas jornadas, não vale a pena porque as coisas alteram-se todas as semanas. Só o futuro o dirá se precisaremos das duas, ou não.»

Jorge Anjinho / Portimão Estádio, Portimão