O Desportivo das Aves poderá faltar aos encontros frente Benfica e Portimonense, das últimas duas jornadas da Liga. Paulo Sérgio admitiu que essa indefinição poderá «mexer com a cabeça dos jogadores».

«Tive esse receio, vou ser honesto. Falei com o grupo em relação a essa matéria. Não devia existir uma situação destas numa Liga profissional como a nossa e num país campeão europeu. Pode mexer com algumas cabeças. Acredito que o Des. Aves se apresentará contra o Benfica e em Portimão. Não é dessa forma que queremos ficar na Liga. Não me agrada sequer ficar na Liga porque o Desp. Aves não vai jogar. Esse era mais um dos motivos pelo qual queria ganhar aqui hoje. As pessoas da Vila das Aves, um clube quase centenário, que sempre nos habituou a uma grande dignidade não está bem representado. Há que separar o clube e a SAD e ser justo para quem conduziu o clube durante quase 90 anos», comentou.

Os algarvios, lembre-se, defrontam os avenses na última ronda, jogo importante na luta pela permanência.

Vítor Maia / Estádio Capital do Móvel, Paços de Ferreira